Páginas

2 de maio de 2012

Proibir ou Orientar?


Nossas escolhas e atitudes devem ser baseadas no que devemos ou no que não podemos fazer? Nossos devem nos orientar sobre qual é a melhor conduta cristã, ou simplesmente proibir o que é errado e “errado”?

Os cristãos têm uma tendência a proibir, ao invés de orientar. E como consequência, acabam criando fardos pesados para si mesmos e para os outros.

Imagine uma rua. Nessa rua existem vários buracos. Agora imagine o que você faria. Você proibiria as pessoas de passarem nessa rua? Ou as orientaria sobre os perigos, as ensinaria onde ficam os buracos e quais cuidados eles devem tomar?

A segunda opção é a mais correta. Até o próprio Jesus orientava, ao invés de proibir. Em Mateus 5 podemos observar alguns exemplos:
  • a Lei proibiu matar, Jesus orientou a não odiar o irmão;
  • a Lei proibiu adulterar, Jesus orientou a nem olhar para um mulher com desejos sexuais;
  • a Lei proibiu jurar falsamente, Jesus orientou a falar sempre a verdade para que nunca fosse necessário fazer juramentos.
Jesus sabia que orientando os crentes a não odiarem, a não cobiçarem e a não mentirem, não haveriam mais homicídios, adultérios e falsos juramentos.

O fato de só haver proibições e não ensinamentos tornam os crentes imaturos, meninos na fé, que quando se veem diante de dificuldades acabam tropeçando na sua caminhada cristã.

Proibição não é capaz de refrear os desejos da carne. Os cristãos maduros, que sabem ondem estão os buracos, não cairão neles.
 "Já que vocês morreram com Cristo para os princípios elementares deste mundo, por que é que vocês, então, como se ainda pertencessem a ele, se submetem a regras: "Não manuseie! " "Não prove! " "Não toque! "? Todas essas coisas estão destinadas a perecer pelo uso, pois se baseiam em mandamentos e ensinos humanos. Essas regras têm, de fato, aparência de sabedoria, com sua pretensa religiosidade, falsa humildade e severidade com o corpo, mas não têm valor algum para refrear os impulsos da carne" ~Colossenses 2:20-23
Devemos focar nossa vida em acertar e não em evitar errar.

Em Cristo,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem!
Comentem!