Páginas

24 de janeiro de 2012

A Bíblia é a palavra de Deus

- Repense e Reflita - 




Diretamente do Blog do Pastor Roilton

Quando dizemos que a bíblia é a palavra de Deus, não queremos dizer que todas as palavras que foram escritas na bíblia foram ditas por Deus. A palavra é o meio que usamos para expressar o que pensamos. E Deus usou esse método e mandou que escrevesse em um livro para que as sociedades vindouras pudessem saber qual a vontade de Deus. É bem verdade que na bíblia, contem palavras ditas por homens sem compromisso com o Senhor e até mesmo, tem palavras ditas por satanás, mas, tudo isso não tira da bíblia a autoridade de ser a palavra de Deus. Em sua totalidade a bíblia não apenas contém a palavra de Deus, ela é a palavra de Deus. Ela é inspirada pelo Espírito Santo e também é autoridade máxima em todas as questões nela contida.


Os homens que escreveram a bíblia foram homens preparados por Deus para tal fim. Podemos observar que Deus escolheu homens de diversas profissões e de culturas e épocas diferentes, para escrever a sua palavra. Vejamos: Moisés foi educado na cultura egípcia, que era a escola mais adiantada daqueles dias. O Egito era o centro da educação mundial nos dias de Moisés, foi criado por pais que conheciam o Deus de Israel e passou parte da sua vida trabalhando no deserto e sendo preparado pelo Senhor para a sua grande missão.


Moisés foi escolhido por Deus, para escrever os cinco primeiros livros da bíblia. Todos os escritores da bíblia se destacam pela sua escolha por Deus. Vejamos alguns: Embora alguns dos livros da bíblia, não se saibam ao certo sobre seus autores, mas, é verdade central, que Deus é o seu autor. A bíblia foi escrita por quarenta autores que viviam em épocas e lugares diferentes e que foram escolhidos e usados pelo Senhor para registrarem as suas palavras. Alguns autores se destacam muito nos seus escritos e pela sua grande capacidade de escrita, como é o caso de: Davi, Isaias, Jeremias, Lucas, Paulo, homens que foram instrumentos de Deus no ofício da escrita. A capacidade de cada um desses homens, as habilidades e as experiências, aliados aos dons espirituais, formaram a ferramenta perfeita para serem usados pelo Espírito Santo de Deus. 


Toda a bíblia é inspirada por Deus


Tanto no antigo testamento, como no novo testamento, há expressões de homens que não estavam sendo usados por Deus, como é o caso dos amigos de Jô e do próprio satanás nos evangelhos. Mesmo contendo esses relatos, a bíblia continua sendo um livro inspirado por Deus, pois o propósito de Deus na inspiração bíblica, não se restringe as palavras citadas por esses personagens e sim aos propósitos eternos e a sua autorização para aplicação das escrituras em nossas vidas.

Deus se revelou aos homens desde a criação

Deus tem se revelado aos homens desde a sua criação. Na verdade, o que nós homens conhecemos de Deus é exatamente aquilo que ele se deixa revelar. “No antigo testamento, Deus se revelou através da sua obra criada,” os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos. (Sl 19.1) A revelação de Deus, se deu através da sua criação. Depois, Deus revelou-se através da história, Deus tem mostrado através de sua palavra, que a História da humanidade está toda no seu controle, em seguida, Deus se revela através da sua palavra, Deus registra tudo em um livro, “a bíblia sagrada” para que a humanidade pudesse ter em suas mãos uma fonte de consulta para as suas vidas. E por fim, Deus se revelou pelo filho, que é a expressão exata do seu ser (Hb 1. 1-3) Cristo é a revelação completa de Deus a humanidade.


Relação de Cristo com a bíblia


A bíblia é a revelação escrita de Deus e Cristo é a encanação do próprio Deus. “E o verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do pai.” (Jo. 1.14) A relação de Cristo o verbo de Deus, com a bíblia o verbo expresso de Deus, é notada em todo seu conteúdo. Vejamos algumas dessa relação:


- São divinos e humanos


Tanto o Senhor Jesus como a bíblia, é divino e humano. Jesus é o filho de Deus e ao mesmo tempo é filho de José e Maria. A bíblia é a palavra de Deus, mas, também é a palavra escrita por homens usados por Deus e tratando das vidas humanas.


- São perfeitos nos seus atos


Tanto a bíblia é perfeita na sua mensagem e no seu conteúdo, como Cristo também o é, perfeito na sua vida e na sua mensagem (1 Jo. 3.5)
Os dois são vivos e fonte de luz
Jesus falou: Eu sou o caminho a verdade a vida... (João 14.6) A bíblia é a palavra viva de Deus (HB. 4.12)


- Os dois são a verdade


Cristo disse que era o caminho e a verdade... (João 14.6) mas, também falou: “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade” (João 17.17)


Os dois são judaicos, mas são para o mundo

Tanto Cristo como a bíblia sagrada tiveram origem entre o povo judeu, Cristo nasceu entre os judeus, viveu entre eles, pregou nos limites geográficos de Israel e morreu entre os judeus até recebeu o titulo de “Rei dos judeus”, mas, é uma dádiva de Deus para toda humanidade. Assim como a bíblia é um livro escrito para o povo judeu, mesmo o novo testamento que foi escrito em hebraico e alguns texto em aramaico, ele é um livro judaico escrito para o mundo todo.


- A bíblia e sua autoridade


A bíblia é autoridade, assim como o senhor Jesus. Nem a bíblia e nem Jesus, dependem da autoridade humana. Os anciãos de Israel sempre cobraram de Cristo com que autoridade ele falava e Cristo sempre recorreu à autoridade da palavra de Deus. Na bíblia tem mais de duas mil vezes expressões como: “Assim diz Senhor” (Gn 6.3) e “disse o Senhor a Abraão” (Gn. 12.1)


- A bíblia e suas advertências


Na bíblia, há advertência para que não se tire e nem se acrescente nada ao que foi escrito. A primeira está em: (Dt. 4.2) no inicio da bíblia. “Nada acrescentareis á palavra que vos mando, nem diminuireis dela.” o segundo aviso está no meio da bíblia (PV. 30. 5-6) “Toda palavra de Deus é pura; Ele é escudo para os que nele confiam. Nada acrescenteis as suas palavras, para que não te repreenda e sejas achado mentiroso.” E por fim a ultima em (Ap. 22. 18-19) ”... Se alguém lhes fizer qualquer acréscimo, Deus lhes acrescentará os flagelos escritos nesse livro; e, se alguém tirar qualquer coisa das palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte da árvore da vida, da cidade santa e das coisas que se acham escritas neste livro.”

                                                                                                                               
                                                                                                                       Por Pr. Roilton Alves

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem!
Comentem!