Páginas

30 de junho de 2011

Missão Integral





Paz do Senhor queridos hermanos, hoje teremos o texto diretamente do Blog Maquina de Lavar . Eu gosti! 

Missões um chamado pra todos!



ooi príncipes e princesaas

Estava pensando em um post para essa terça-feira e me lembrei do texto que achei na internet para ler no seminário de missões. Você pode ate estar pensando o que você tem haver com missões, mas te digo que missões é um chamado de Deus para todos nós, ou você não se lembrar mais do IDE?

 Missões é evangelizar, falar do amor de Deus por toda a criatura. Mas agora gostaria que vocês lessem esse pequeno texto e refletisse no que você tem feito para que isso aconteça! Não é nenhum julgamento e sim uma reflexão :)

- Uma certa vez, em uma aldeia, havia um rio que ninguém ousava tomar banho nele, pois era muito fundo e a correnteza era forte.
Um certo dia um garoto aproximou-se do rio e resolveu entrar. Em poucos instantes o garoto estava gritando por socorro, pois começou a afogar-se. Toda a aldeia veio para ver o que estava acontecendo, mas ninguém ousou entrar. De repente veio uma mulher gritando e chorando pois era o seu filho que estava na água... Um homem vendo o desespero daquela mãe, resolveu entrar para resgatar o garoto, mas impôs uma condição, ele amarraria uma corda em sua cintura e as pessoas que estavam às margens teriam que segurar a outra ponta e puxarem-na assim que ele alcançasse o garoto. E, eles aceitaram a proposta.

Chegando no meio do rio o homem conseguiu agarrar o garoto e gritou para que as pessoas os resgatassem puxando a corda, mas a multidão que estava à margem discutia de quem era a obrigação de segurar a corda. Outros discutiam sobre quem pagaria a corda caso ela fosse arrastada junto com aquele homem. Com isso esqueceram-se de segurar a corda, e os dois foram vencidos pela correnteza... e afogaram-se. Quando deram fé, era tarde demais. Este rio representa o mundo, o garoto, as pessoas perdidas sem Jesus, o homem que foi resgatar representa o missionário, e as pessoas que estavam à margem do rio a igreja.

Eu não sei onde você se encaixa nesta história, mas reflita nela, pense sobre o que você tem feito por quem está lá, na outra ponta da corda! Se você não tme o chamado para ir as noções, concerteza você tem o chamado para abençoar quem está indo!

Missões se faz com os pés dos que vão, com os joelhos dos que oram e com as mãos dos que contribuem”. Não com a filosofia dos que discutem.

29 de junho de 2011

Noticias




Menina nasce com 8 membros na India e foi considerada deusa!


Na índia,as pessoas adoram de tudo,desde um inseto até uma vaca como se fosse uma divindade, mas não para por aí a idolatria deste povo sofrido que é o povo indiano. 
Num pequeno vilarejo da índia nasceu uma menina com oito membros, que para o povo não foi considerado um infortúnio para os pais da criança, muito pelo contrário,foi considerado uma benção dos deuses aquela criança nascer com tantos membros.

A menina foi considerada a encarnação da deusa lakshmi,a divindade da riqueza e fartura.essa deusa indú possui quatro braços,por isso a menina foi batizada com o nome da divindade por causa de tantos membros. pessoas da índia inteira foram conhecer a deusa em pessoa, fazendo peregrinações e cultos á criança. Pela cultura do povo aquela criança se tornara uma benção dos céus,pois ali no vilarejo morava a deusa lakshmi em pessoa.

Um médico ortopedista do outro lado do país ficou sabendo da menina e viajou pra conhecer a garota. quando chegou lá,ele examinou a menina com autorização dos pais e para surpresa sua a menina nascera com uma irmã siamesa sem cabeça entre suas pernas. O médico aconselhou os pais da menina levarem ela para seu consultório para opera-la, se não ela teria vários problemas de saúde. com muita resistência eles aceitaram e foram com o médico.



Quando os pais chegaram ao consultório do médico,ele fez vários exames e constatou que precisaria fazer logo a cirurgia, mas os pais resitiram, pois também consideravam a menina como uma deusa.depois de muito diálogo os pais aceitaram.
No vilarejo os moradores não aceitavam de jeito nenhum a operação da garota,mas a cirurgia foi feita e com sucesso a garota voltou á andar normalmente para a vitória dos médicos e do bom senso.


Como nós vemos no caso da menina acima, o povo por causa de uma cultura idólatra,  adorou um ser humano em vez de adorar o criador, mas a palavra de Deus diz em ex 20:3 "não terás outros deuses diante de mim". o povo adora aquilo que não sabe se é Deus ou criatura,o que falta na índia são missionários preparados para pregarem o evangelho sem medo de dizer a verdade.assim como o povo no deserto adorou o bezerro de ouro,hoje se adora de tudo por falta de conhecimento da palavra de Deus.


diretamente do  ronivonvieira

Repense & Reflita









A ratoeira - DiácoDia


Certo dia, um rato olhando pelo buraco da parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote.Pensou logo no tipo de comida que poderia haver ali. Ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado. Correu ao pátio da fazenda advertindo à todos:


-Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira!!!!

A galinha retrucou imediatamente: "Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me importa."

Do seu lado, o porco disse: "Desculpe-me Sr.Rato, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar. Fique tranquilo que o senhor será lembrado nas minhas orações."

A pacífica vaca não se fez de rogada: "O quê, Sr. Rato? Uma ratoeira? Por a caso estou em perigo? Acho que não!"

Então o rato voltou para casa, cabisbaixo e abatido, para encarar a ratoeira do fazendeiro.

Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando uma vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia sido pego. No escuro, ela não viu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher...


O fazendeiro levou imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre. Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha. O fazendeiro pegou a seu cutelo e foi providênciar o ingrediente principal da canja. E lá se foi a galinha 

Como a doença da mulher continuava os amigos e vizinhos vieram visitá-la. Para alimentá-los o fazendeiro sacrificou o porco. E lá se foi o porco...

A mulher não melhorou e acabou morrendo. E muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então abateu a vaca, para alimentar aquele povo. E lá se foi a vaca...




Moral da história:
"Quando se atua em equipe o problema de um é o problema de todos"


Lembre-se: Quando há uma ratoeira na casa, toda a fazenda corre risco.

Diretamente do Blog A Escriba do Rei

28 de junho de 2011

Repense & Reflita








Ore! A Oração é sempre a melhor Opção




Nesses dias venho pensando em como Deus se fez e faz presente em minha vida. Em cada situação Ele se mostra misericordioso, até naquelas em que eu nem havia percebido, mas olhando pra trás reconheço que só pode ter sido Ele! A restauração de muitas situações em minha família, o meu envolvimento desde nova na Obra, o meu REAL encontro com Ele e muitas outras situações que só o amor de Deus pra promover e curar mesmo! Olhando bem tudo que eu já passei, venho passando e no que minha vida tem se tornado, fica bem mais claro pra eu perceber o cuidado de Deus.

                Queria nesse momento te convidar a olhar pra sua vida também. Olhe pra você, sua família, seus relacionamentos.. com certeza você vai achar provas do cuidado e do amor de Deus; mesmo que elas tenham sido tão singelas que você até se negue a perceber.. mas olhe mais, olhe mais pra dentro. Vá ao profundo de todas as situações que vc tem vivido. Se tem passado por lutas, até nelas Deus tem se feito presente, não é? Eu tenho passado por uma luta e tenho a noção de que ela só serve para me fortalecer, aumentar minha fé, dobrar mais meus joelhos. Como diz meu pastor, quando aparece um problema nós queremos logo que Deus tire o calo do nosso pé, mas não entendemos que é esse calo quem vai nos levar a dobrar ainda mais os joelhos perante Ele.
               
Muitas vezes queremos tudo rápido, aliás, na maioria das vezes. E não é assim que as coisas funcionam.. está lá em Eclesiastes que há tempo pra tudo! Mas nós não queremos enxergar que já chegou o tempo de dobrar os joelhos e clamar a Deus! O cristão só consegue vencer suas lutas e perceber a ação de Deus quando é movido a oração, leitura da Palavra e adoração (não só de louvor, mas ter a vida como uma expressão de adoração). Não tem como querermos vencer a luta, o pecado, o desânimo e as frustrações baseando-se em nossa própria força. Porque eu imagino que vc já tenha tentado se controlar, mudar por conta própria e não tenha sido tão bem sucedido assim, né? Somos nós queridos, errantes.. mas pra que esses erros sejam diminuídos e pra que não andemos nele, devemos dobrar nossos joelhos.


"Persistência na oração mostra a confiança de que Deus é nossa única esperança e de que Ele agirá da melhor forma e no melhor tempo." John Piper
               
 Alguns dias atrás voltando da escola senti Deus falar comigo “Tá passando por uma situação difícil? Ore! Não sabe o que fazer? Ore! Está cansada? Ore! Vontade de chorar? Ore! Não importa a situação que esteja passando, a oração é SEMPRE a melhor opção!”
                
Isso me ajuda em diversos momentos.. aliás, em todos. Nas coisas simples a oração nos ajuda.. em simplesmente tudo! Porque o que mais é a oração do que uma conversa com nosso Papai amado? O Dono de tudo quer que conversemos com Ele através da oração, então, quem somos nós pra rejeitar um pedido desses, feito com tanto amor?

E mais uma vez insisto nesse lindo versículo, que já deve ter passado algumas vezes aqui pelo blog.. hehe..

“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.”
2 Crônicas 7:14

Amém, que Deus venha nos impulsionar a mudar por Ele, porque até a nossa motivação depende dEle! Essa é mais uma prova da nossa total incapacidade, principalmente quando o assunto é a vida com Deus. Por isso, seja dependente! Sem medo, seja dependente Dele!! 


Por Arlene Kanaki


Twitter: @arlenekanaki

27 de junho de 2011

Vida Cristã

Renúncia




Olá moçada ! Firmes ?


No post de segunda passada escrevi sobre entrega ( veja aqui ) e nele mencionei que o próximo seria sobre renúncia, vou dividir em 2 post's, ok ?
Mais porque renúncia ? Não se tem uma entrega total sem renúncia. Vou usar o melhor exemplo da bíblia para falar sobre isso, adivinha quem ?!


Jesus Cristo


Sim, Ele. O nosso maravilhoso e perfeito Salvador. O verbo que se fez carne e habitou entre nós, mesmo sendo um Deus, viveu a vida de acordo com a vontade do Pai. Mesmo tendo o poder, pedia permissão ao Pai, renunciando a sua vontade e sendo servo. Jesus teve uma vida de total entrega, sacrifício e Renúncia !


Significado : 1) Rejeitar, recusar. 2) Não querer. 3) Deixar voluntáriamente a posse de. 4) Exonerar-se de cargo eletivo. 5) Renegar, abjurar, abandonar.


Renunciar é '' abrir mão'' de uma vontade por amor maior a alguém ...
De todos os momentos de Renúncia que Cristo teve em sua vida terrena, a que mais me mostra o que é fazer a vontade de Deus se encontra no livro de Mateus 26:39:

" Adiantando-se um pouco, prostrou-se sobre o rosto, orando e dizendo : Meu Pai, se possível, passe de mim este cálice. Todavia não seja como eu quero, e sim com Tu queres."


Imagino esse momento :




'' Aproxima-se a hora. Um sacrifício deveria ser feito. Sangue.Sim, o sangue de um inocente por aqueles que não mereciam. Uma vontade a se cumprir. A vontade de um pai que amava de tal maneira aqueles filhos tão desobedientes, que deu seu Filho unigênito por eles. E esse Filho seria o sacrifício. Seria o pagamento da desobediência. Uma oração. Pai afasta de mim esta obrigação. Uma renúncia. Porém farei a Tua vontade meu Pai! Um beijo. Traição. Morte. Está consumado ! "
 


Sim, Ele renunciou a Sua majestade. Ele largou a Sua glória. Ele renunciou a Sua vida por você, por amor a você.  

Até o próximo post, em que meu foco (além dEle) será você !
 
Com Carinho,
Rachel Cristina

26 de junho de 2011

Uma "Palavrinha"






"Amo(r)" é um verbo. E o verbo está em Deus.

Por Ronnedy Paiva
Quase tudo o que eu escreverei é de forma erronia, pois Deus é transcendente, e qualquer "palavra" é pouca para tentar defini-lo ou descrevê-lo, pois ele está além da minha concepção racional. Mas tentarei me aventurar assim mesmo. 

***

Deus: "Ser" onipresenteonipotente e onisciente. Para muitos, que não o conhecem, um Deus maldoso. Mas isso não é verdade como sabemos. Deus é Amor, mas, além disso, Ele é Justiça. Que diz que, se você errou, terá suas consequências, mas não se assemelha a "lei" que diz: "Aqui se faz, aqui se paga".

Assim, fazem julgando-o, e fazendo-se crer que a culpa das muitas coisas ruins que estão ocorrendo com a humanidade no decorrer dos séculos é culpa de Deus, e não das pessoas que assim fazem suas escolhas por seu Livre-arbítrio.

Deus não é um manipulador, que entra em nossas vidas e nos obriga a fazer "coisas". Ele nos dá liberdade de aceita-lo e fazer sua vontade ou não, pois Ele não quer robôs, e sim seres humanos livres.

O "mundo" fala que ser crente é careta, que não temos liberdade...

- Como não temos?

religião pode até ditar regras, porém o evangelho de Cristo, o verdadeiro NÃO! Liberdade quer dizer o que? - Ter que tomar algo para ter coragem de chegar em uma pessoa? Usar drogas para ser um máximo?Ter que as vezes ser o que você não gosta para ser aceito? Isso é liberdade?

A verdadeira liberdade é aquela que nos dá escolhas de sermos o que quisermos, o que realmente somos. E Deus nos dá essa Liberdade, dando-nos a capacidade e o direcionamento do que será melhor para nós futuramente. (João 8:32)

Realmente Deus é amor, e sua Graça já nos basta! - Mas será que é só a graça que Ele tem para nós?

- Ela já nos basta, com ela (Graça) podemos viver tranquilamente, só que Ele tem muito mais além disso para nós...

Eis que houve um povo, os filhos de Israel, como está narrado no Livro de Êxodo 3 em diante, que durante anos viveu exilado sobre o poderio do Faraó.

Esse povo sofreu anos e anos, porém Deus, através de Moisés o libertou, fazendo-lhes livres, os deixando a salvo.

Só que Deus ansiava mais para aquele povo. Foi prometido a eles um lugar, uma cidade chamada Canaã, cujo qual manava leite e mel, e as frutas eram sobremaneira grandes.

Imaginemos: Um povo exilado, que agora estava liberto, e caminhavam pelo deserto com uma nuvem sobre a cabeça de dia e uma coluna de fogo de noite, tendo ainda comida e um "Líder" que falava diretamente com Deus. Se isso não for viver pela Graça do Pai o que é então? - Só que sua benevolência vai além. Deus ainda tinha uma terra "preparada" para eles...

Que tamanho amor é esse? Eles eram um povo pecadormurmurador, que fizeram um ídolo de ouro para adorarem e ainda duvidaram da eficácia de Deus ao chegarem a terra Prometida de Canaã, e percebendo que a mesma era habitada por gigantes, duvidaram do Senhor...

Povo idi... Incredo! - Deus prometera a eles um lugar, o que lhes custava dominá-la? - Claro que era gigantes, mas era a Palavra de Deus, e não palavras vãs. Deus queria que eles fizessem o que estava a seu alcance, para conseguir a terra... Mas não... eles não crerão...

Aqui vemos também a incredulidade do povo, não muito diferente dos dias de hoje. Sei que não temos um Moisés nos guiando, tudo bem. Mas agora temos o Espírito Santo de Deus dia e noite ao nosso dispor.

Que amor é esse? - Não entendo, nunca entenderei, apenas assinto.

Amor tamanho esse nunca existiu igual. Amor de entrega, morte, para lhe trazer vida!

Talvez tudo o que eu tenha escrito aqui, você já saiba. Mas tem muita gente que precisa de uma palavra de amor, e essa missão fui imputada a você. Basta recebê-la...


E aí. Você quer mostrar esse amor ao mundo? - Então comece por você mesmo. Se amando, e depois passe esse amor a diante...



"E eis que uma mulher que havia já doze anos padecia de um fluxo de sangue, chegando por detrás dele, tocou a orla de sua roupa; Porque dizia consigo: Se eu tão-somente tocar a sua roupa, ficarei sã. E Jesus, voltando-se, e vendo-a, disse: Tem ânimo, filha, a tua fé te salvou. E imediatamente a mulher ficou sã.

Mateus 9:20-22

GRAÇA - AMOR - DEUS - VOCÊ

Diretamente do Blog Piração Divina

Repense & Reflita



O Filho Prodigo
(Volta para casa, Filho)


Parte Dois

25 de junho de 2011

Pam e você :)







O que você vive agrada o seu Deus?






O inimigo quer enfiar na nossa cabeça tudo aquilo que realmente não agrada a Deus, deixar que tudo seja aparentemente normal de se fazer, falar, ouvir, assistir, quando na realidade é que aí que estamos nos afundando cada vez mais nos nossos próprios pecados e dando brecha ao inimigo para ele fazer o estrago que ele quiser, a partir das nossas decisões. Milhares de coisas nos influenciam nisso, são milhares e milhares de coisas.




É como eu disse numa palavra que levei uma vez para as minhas amigas, até postei aqui no blog. Tudo o que vemos, ouvimos, aonde vamos, aonde estamos porque queremos, aquilo que assistimos, tudo isso, será uma influencia!




Por isso temos que vigiar e saber por onde andar, o que não ver, o que não escutar, com quem devemos andar e etc.




E uma pergunta para refletir, para finalizar isso TUDO que falei, ou melhor uma conclusão:
- Será que Deus esta contente de saber o que assistimos na TV? Será que ele se agrada dos lugares por onde andamos, sobre o que conversamos com nossos amigos? Será que você dividiria a sua poltrona com ele na sua sala?

Em Romanos 12:1-2 diz: Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês. Assim vocês conhecerão a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a Ele.

Que Deus abençoe, irmãos.




Pamela Moraes

24 de junho de 2011


Dias Antes do protesto Contra a Marcha




O Protesto foi pacifico mas a reação dos lideres da Renascer
 e Cia foi decepcionante!

Roubados e Agredidos na Marcha pra Jesus





Dias atrás, o Paulo teve um sonho: éramos agredidos na Marcha para Jesus, e para nos defender nos colocávamos de joelhos e começávamos a louvar. Hoje parte do sonho se tornou realidade.



Vi lá no Blog GENIZAH

Tudo começou, como sempre, com o pessoal se encontrando na saída do metrô Tiradentes. Era o Paulo, o Nei, o Alex, o Julio, o Josef, o Thiago Mafra, o Morelo e eu. Levamos seis faixas, cinco dos anos anteriores e uma feita especialmente para essa marcha:


Dividimo-nos em dois grupos: metade ficou no início da marcha, e metade se postou mais adiante, onde aguardaria a chegada dos trios. Por volta de dez horas, como sempre, a metade que ficou se aproximou do primeiro trio-elétrico, onde estavam os astros gospel casal Hernandes, Silas Malafaia, Jabes de Alencar, Samuel Ferreira, Marcelo Crivella, entre outros. E estendemos nossa primeira faixa.

Eu segurava uma faixa ainda enrolada, quando a agarraram e a arrancaram dos meus braços, chegando a me machucar. Era um homem forte, um segurança do evento, que saiu no meio da multidão. 

Comecei a gritar “fui roubada”, sob o olhar assustado dos fiéis que presenciavam a cena. Outros seguranças se aproximaram e tentaram levar outra faixa, essa já aberta, e eu e os meninos “grudamos” na faixa, enquanto gritava “socorro” repetidas vezes, na ânsia de chamar a atenção de todos e não sermos agredidos. Deu certo, havia uma base policial próxima e os policiais foram ao nosso socorro. 

Resultado: os policiais apreenderam duas faixas e nos aconselharam a ficar ali, para nossa segurança.
Porém, fui tomada de enorme ira santa, e confesso que fui bastante imprudente (só agora vejo isso). Deixei a base e fui me esgueirando na multidão, a fim de chegar na frente do trio dos astros gospel. 

Foi bem difícil caminhar contra a multidão, mas enfim cheguei e fiquei cara-a-cara com a pastorada famosa. Sem as faixas, sem ter como comunicar minha mensagem, fiz o que estava ao meu alcance: aquele gesto, com um polegar em pé na outra mão, e os demais dedos fazendo um semi-círculo (para bom entendedor…). Fiquei de costas para a multidão, e de frente com o trio. A bispa Sonia até se fez de piedosa, e fez um coração com as mãos, estilo Wagner Love, para mim. E eu, fazendo incessantemente aquele gesto peculiar. Os demais astros viam minha manifestação, mas fingiam nada ver.

Enquanto fazia o gesto e andava de costas, ou melhor, era empurrada de costas pelo cordão humano de brutamontes do evento, ainda por cima o brutamontes que estava na minha frente resolveu me retaliar à sua maneira. A cada passo, ele levantava propositalmente seu joelho, que parava nada delicadamente na minha coxa. E, ao pisar, seu pezinho de fada despencava em cima do meu. Porém, o gostinho de ver aqueles astros gospel tendo que aturar meu gesto me fez perder totalmente a noção de dor. Uma hora até tentei revidar, levantando também meu joelho e atingindo-o com a mesma ignorância, mas aí ele gritou: “você está querendo se machucar”. Entendi o recado, parei de “joelhar”, mas continuei sendo “joelhada” e “pisada”.

Mas não apenas os astros gospel puderam ver meu singelo gesto. Uma repórter se aproximou e perguntou se eu estava protestando. Disse que sim, e ela disse que queria depois falar comigo. Então me deu um bloco, onde escrevi meu celular. Na mesma hora, um brutamontes surgiu do além e arrancou a folha da repórter. Do jeito que ele fez, e no ângulo em que eu estava, achei que ele a tivesse agredido, então por instinto agarrei o braço dele e gritei para ele soltar ela. Quando ele se virou, achei mesmo que ia levar uns sopapos. Mas Deus me livrou.

Continuei no meu gestual básico, e então outro brutamontes ainda maior chegou gritando: “pára de fazer esse gesto, senão você vai ser presa”. Continuei o gesto e o cara veio para cima, me agarrou pelo braço com pouco afeto, me arrastou para fora da pista e voltou para o seu lugar. “Ué, você não ia me prender?”

Como não estava presa, voltei com muita dificuldade para a frente do trio, e depois para o outro lado da pista, já que não tinha mais o que fazer ali. Por sorte (ou providência divina), estava justamente onde parte do nosso grupo estava, no caso o Josef, e com ele estavam as outras três faixas. Subimos num canteiro e estendemos a faixa de 2 Pedro 2.3.

Aí aquela repórter se aproximou de mim e perguntou sobre o porquê de estarmos ali. Falamos um pouco, e do nada apareceram os brutamontes de novo, e arrancaram a faixa das nossas mãos. Na ânsia e na violência, acabaram atingindo um deles mesmos com a vara da faixa, e segundo palavras do Josef, parecia o Pedrão dando uma espadada na orelha do soldado. Assim, nossas três outras faixas foram roubadas, porém ainda tínhamos os panfletos que o Alex fez. Então passamos a distribui-los na multidão.

Depois disso, voltamos para a base policial. Os policiais, diga-se de passagem, foram muito cuidadosos para conosco. Eles nos levaram e nos trouxeram ao 2º. DP, onde não pode ser feito o B.O. por não haver identificação dos agressores. Pela primeira vez, andei de camburão.

Então, de volta à Marcha, encontramos o Thiago Mafra com sacos de lixo, recolhendo o entulho largado pela multidão. Pegamos um saco e resolvemos ajudar também, e conseguimos lotar um saco em muito pouco tempo, tamanha a quantidade de papéis, garrafas plásticas e sacos de salgadinhos que encontramos pelo caminho.

E então fomos embora.

Sem dúvidas, o tratamento que recebemos foi premeditado, planejado pela organização do evento gospel. Nossas faixas não ficaram abertas nem dez minutos, antes de serem brutalmente arrancadas de nossas mãos. Não tiveram medo de agredir mulheres, nem na frente dos fiéis que marchavam. Só não fizeram coisa pior porque a polícia estava ali, presente.

O que relatei acima foi o que aconteceu comigo, e fatos nos quais eu estava presente. Cada participante teve suas próprias experiências (por exemplo, o Julio conversou cara-a-cara com o Malafaia e o Jabes), e por isso é importante visitar todos os blogs e ler todos os relatos. Em todos, porém, uma característica básica: a intolerância, que gera a violência.

E violência entre pessoas que dizem estar ali para marchar para Jesus!

No final, sobraram as duas faixas, aquelas que foram apreendidas no início pelos policiais. As demais, devem estar queimando em alguma fogueira santa gospel, com nossos nomes nas bocas de sapo ungidas. Porém, se não deixaram que a multidão lesse as faixas, pelo menos alguns tiveram acesso aos nossos panfletos, fora os que puderam assistir às cenas de violência. Nossa oração é para que Deus possa usar tudo isso para que o Espírito Santo abra os olhos de alguns para a busca do Verdadeiro Evangelho, que é puro e simples como Jesus vivia.

E, se tivermos que apanhar no ano que vem, sem problemas. O importante é que nós diminuamos, e que Cristo cresça.



23 de junho de 2011

Repense & Reflita









Evangelho Terrorista
Vi lá no Blog VemPraVê


















Existem muitos líderes ditos cristãos que agem como verdadeiros terroristas. Matam de forma cruel com um falso evangelho centenas de pessoas todos os dias.Seus extremismos são como metralhadoras e a falta do amor verdadeiro é como um vírus letal lançado ao ar. Seus soldados são bem treinados para inibir, coagir, punir e excluir.


Como sobreviver a tudo isso? Pobres almas desesperadas para encontrar uma solução para suas vidas, enlouquecidas pelo inferno em que vivem, acabam por serem executadas por esses elementos.Até quando meu Deus? Até quando? Sinto-me tão pequena e tão impotente vendo tantas atrocidades. Choro ao ver a Palavra de Deus sendo manipulada e pessoas sendo destruídas pelo evangelho terrorista, ou mesmo pelo evangelho da ganância.


Sinceramente não sei qual é o pior deles, se o que aprisiona pela ganância, o que mata pelo legalismo e pelo farisaísmo, ou o que enlouquece pela dúvida e incredulidade.


Que faço eu? Choro e lamento.


Márcia Gizella.