Páginas

30 de abril de 2011

Te Recomendo

A Cruz e o punhal (Filme Completo)

Inicio do ministerio  do pr. David Wilkerson

a cruz e o punhal david wilkerson 214x300 A Cruz e o Punhal (filme completo) sobre o início do ministério do pr. David Wilkerson    Assista OnlineO início do ministério do pr. David Wilkerson (morto em 27/04/2011) nos EUA, em acidente automobilístico, foi narrado no best seller A Cruz e o Punhal, e posteriormente (1970) no filme de mesmo nome.
Sinopse do filme:
As gangues de New York encontram a solução para os problemas mais pesados de suas vidas. É a história verídica que mostra David Wilkerson penetrando o mundo desesperado de Nicky Cruz… o mundo das gangues, os Mau Maus e os Bishops. São caras da pesada que lutam com as mãos, facas, correntes e pistolas para proteger seu pedaço, seu território. É o mundo do vício, da violência e dos conflitos urbanos. Será que essas gangues notórias que controlam a cidade vão ouvir este pregador da Pensilvânia?
Assista o vídeo completo abaixo:






Mentira do capeta

Paz do Senhor hermanos; faz tempo que não posto nessa série mas hoje eu li um texto que eu pensei logo no Blog aqui. Todos sabem que o Leleke Visita não é somente um Blog de humor, mas um Blog que faz a vontade de Deus.



Hoje vou postar um texto que vi no Genizah, sinceramente, qualquer ensinamento que não tenha nada a ver com o evangelho que Jesus nos pregou deve ser tido como HERESIA, como pode haver duas ou três verdades? se o Senhor Jesus nos diz que Ele é a VERDADE.
Leiam e entendam quem é o cara mais safado Influente do meio cristão õÔ

Terra Nova decreta contra Cristo

 Wilson Porte Jr.
Você já ouviu falar em Renê Terra Nova? Ele é um homem que tem tentado mudar a Palavra de Deus. Isso mesmo! Ele tem chegado ao ponto de peitar o próprio Cristo, dizendo que o que está em Is 61.1-3 (clique para ler) não diz respeito a Cristo, mas sim aos seus próprios decretos. Ousadinho, não? 
  
Ele é pastor da Primeira Igreja Batista da Restauração em Manaus. Ops, já ia me esquecendo, ele não é mais pastor. De pastor tornou-se bispo, de bispo tornou-se apóstolo, de apóstolo tornou-se paipóstolo (uma espécie de pai apostólico - tipo o papa católico), e, agora, é declarado patriarca, isso mesmo, Patriarca (isso sim, um Papa - só que gospel)!
Esse senhor, do alto de seu patriarcado, recentemente liberou 12 decretos sobre o povo de Deus (Veja o vídeo abaixo quando esse absurdo ocorreu)! Ao liberar seus 12 decretos, Terra Nova diz que “em cada mês do ano, Deus irá destilar um milagre em sua vida”.
  
Terra Nova diz que o "ano aceitável do Senhor" será 2011. 
  
Para quem não se lembra, esse termo "ano aceitável do Senhor" está presente em Lc 4.14-19 e Is 61.1-3. Jesus Cristo disse que essas palavras têm relação com Ele, com a Sua vinda, vida e ministério entre os homens. Que Ele, Jesus Cristo, cumpriria tudo o que foi profetizado em Is 61.1-3
  
Não sei se por ignorância ou por pura manipulação, Terra Nova diz que não. Antes, diz que 2011 será o ano aceitável do Senhor. E que, em 2011, Deus dará o melhor dessa terra para aqueles que receberem seus decretos proféticos! Em suas próprias palavras, Terra Nova diz que “basta liberar um grito de libertação”, para que o crente receba sua bênção.
  
Sinceramente, não sei quem é pior: se ele que diz tanta asneira, ou se as pessoas que enchem seu auditório, eufóricas diante de sua gritaria, desejando todo tipo de bênção de Deus, menos o verdadeiro Deus das bênçãos. Eis os 12 decretos de Terra Nova:

1. Todos seus parentes, e aqueles em sua geografia (exatamente isso!), serão salvos;
2. Todos serão libertos;
3. Deus irá fazer vingança contra todos os nossos inimigos;
4. Você liberará consolo, você será o consolador;
5. Remover lutos - você ressuscitará pessoas;
6. Receber coroa de glória, Deus lhe dará honra dupla;
7. Ser ungido com óleo de alegria, virá uma unção sobrenatural sobre você (Hb 1.8-9);
8. Todos serão curados;
9. Você pregará a todos;
10. Será a maior colheita de todos os tempos;
11. Será possuído com o espírito de alegria;
12. Deus lhe chamará de carvalho de justiça - nada lhe destruirá.

 


Ao final de cada decreto, Terra Nova conclama aqueles que quiserem “receber” a bênção dos decretos dizendo "se você recebe, então libere um grito de libertação".  
 Se o que Terra Nova diz é verdadeiro, então Jesus Cristo é mentiroso. Pense só um pouquinho, só um pouquinho mesmo, e você perceberá. Quando Terra Nova diz que os textos bíblicos dizem respeito ao seus decretos proféticos, automaticamente, o que Cristo disse sobre os mesmos textos dizerem respeito só a Ele, trata-se de uma mentira. Ou você acredita em Terra Nova ou em Jesus Cristo, em quem você vai acreditar?
Gente, o que vemos aqui é o mais alto nível de arrogância no qual um cristão pode chegar: mudar a Palavra de Deus, principalmente, no que se refere ao que ela diz sobre Cristo. 
Terra Nova, com seus 12 decretos, mudou a Palavra de Deus. Como falso-apóstolo, chega ao absurdo de dizer que o ano aceitável do Senhor, bem como tudo o que ele se relaciona com Cristo, na verdade tem relação apenas com 2011 e com a vida dos crentes debaixo de sua cobertura espiritual (que é outro absurdo). Eu, sinceramente, estou chocado com o que acabei de ouvir de Terra Nova. Este homem está fora de si. Renê Terra Nova é um dos maiores falsos-profetas de nossa nação. Um dos homens mais arrogantes que já ouvi. Alguém que tem ousado peitar o próprio Cristo e mudar as palavras de Sua boca. 

Que Deus tenha misericórdia de tantos cegos que estão sendo guiados por este louco. Quanto desserviço ao Reino de Deus. Que Deus envie um genuíno avivamento sobre Seu povo a fim de acabar com tanta palhaçada que falsos líderes cristãos têm cometido em nome de Deus. Oremos por isso.
Publicado em Wilson Porte

Humor Cristão


Maldita Visão triunfalista
O que você fez com meu desenho?!


Determinar é o mesmo que colocar Deus como servo e esquecer que o Ele é SENHOR

O Jardim e o Jardineiro

- Eu Gosti -


                                   

Diretamente do Blog Santa menina

Era uma vez um pequeno jardim. Ele era extremamente bonito, mas o tempo e a falta de cuidado foram acabando com ele um pouco a cada dia. As flores foram murchando e com o tempo ninguém se interessava mais por ele. Todos que passavam diziam: "oh, que pena... um jardim tão belo... abadonado."  
 Apenas um único jardineiro que todos os dias visitava o jardim não havia se esquecido dele. Ele sabia como restaurá-lo, era o único que podia fazer isso, mas precisava da autorização do dono do jardim para realizar o trabalho. Infelizmente o dono do jardim não acreditava que aquele jardineiro pudesse realmente fazer o trabalho. Pior, ele tinha medo de que ele cobraria depois do serviço feito, e ele não estava disposto a abrir mão de nada por aquele pequeno e insignificante jardim. 
    E o jardineiro com sua imensa paciência ia todos os dias falar com o dono, em uma tentativa de que ele em algum momento abrisse seu coração e deixasse ele restaurar aquele espaço que um dia já fora tão bonito. Era o maior desejo do jardineiro. Até que um dia, uma chuva forte destruiu completamente o jardim. O dono se sentiu perdido. No fundo o jardim era o que ele tinha de mais importante, e agora ele sentia que não tinha nada. Por isso ele foi procurar o jardineiro e com lágrimas disse que daria tudo para que ele fizesse aquele jardim florescer novamente.

A primeira coisa que o jardineiro fez foi firmar as bases do jardim com uma rocha firme. Colocou pedras para que as plantas destruidas pudesse crescer com firmeza, sem quebrar no primeiro vento. Cortou as ervas daninhas e jogou fora o que não servia mais.

Em seguida ele cuidou das plantas machucadas. Regou, restaurou para que pudessem dar frutos novamente. Logo depois plantou outras sementes de flores e árvores que posteriormente poderiam dar frutos. 

    E todos os dias ele ia visitar o jardim e regâ-lo com muito amor e carinho. Conversava com as plantas para que elas crescessem sentido a sua presença naquele lugar. E assim o jardim cresceu, floresceu e deu frutos novamente. Todos que passavam pelo jardim se admiravam com a beleza e a prosperidade daquele lugar e dono muito se alegrou nisso. 

    E todos os dias ele ia visitar o jardim e regâ-lo com muito amor e carinho. Conversava com as plantas para que elas crescessem sentido a sua presença naquele lugar. E assim o jardim cresceu, floresceu e deu frutos novamente. Todos que passavam pelo jardim se admiravam com a beleza e a prosperidade daquele lugar e dono muito se alegrou nisso. 

- Leve consigo as flores desse jardim, e deixe os frutos que eu plantei por onde quer que você passar. Para que todos vejam que eu sou o único jardineiro capaz de restaurar até o mais destruido dos jardins e que com isso, eles possam confiar seu jardim a mim também.

  E assim ele fez. Para a glória daquele jardineiro cheio de amor que nunca desiste de um jardim desolado.

Espero que gostem desse texto. Que nós possamos entregar nosso jardim todos os dias nas mãos de Deus. Para que seu amor esteja a vista de todas as pessoas que cruzarem nosso caminho.


29 de abril de 2011

Video


Pregadoor lipe e Alvin e os Esquilos

Prestem bastante atenção na letra dessa musica, pois vai retratar do nosso presente...
As vezes penso como me tornei Cristão, será que foi quando dei meu primeiro dizimo e fui chamado de dizimista fiel ou quando mergulhei nas aguas da piscina para poder tomar a santa ceia!? 

Eu me tornei Cristão quando eu decidi andar com Deus, na contra mão do mundo, pregando o verdadeiro evangelho, como uma formiga cansada da mesmice eu me revoltei com a vida que levava e fui para o deserto para ser provado... 

Esta musica vai mostrar alguns outros personagens que encontramos tb no deserto infelizmente =(




Duvidaram que eles um dia louvariam né?!

28 de abril de 2011

Repense & Reflita


Devemos Julgar?



Diretamente dos Bereianos


"Procuro alguém pra resolver meu problema, pois não consigo me encaixar nesse esquema, são sempre variações do mesmo tema, meras repetições. a extravagância vem de todos os lados, e faz chover profetas, apaixonados, morrendo em pé, rompendo em fé dos cansados....que ouvem suas canções... estar de bem com a vida é muito mais que renascer....deus já me deu sua palavra..e é por ela que eu ainda guio meu viver! Reconstruindo o que Jesus derrubou.. recosturando o véu que a cruz já rasgou.. ressuscitando a lei, pisando na graça, negociando com deus! No show da fé milagre é tão natural, que até pregar com a mesma voz é normal. nesse evangeliquês universal....se apossando dos céus...estão distante do trono, caçadores de deus ao som de um shofar. E mais um ídolo importado dita as regras para nos escravizar:
É proibido pensar !!!!!"
Gostei demais desta música do grande João Alexandre, que foi muito feliz em seu novo cd "É Proibido Pensar" em abordar um tema tão necessário para a reflexão do povo de Deus. Recomendo o CD.
Nestes últimos dias o que mais nos deparamos é as heresias que estão sendo pregadas em muitas igrejas por aí. A cada dia ficamos mais indignados com tamanha distorção Bíblica, o Evangelho genuíno está sendo deixado de lado e sendo trocado por uma “teologia popular” voltada ao misticismo, aos modismos, as falsificações bíblicas e fetiches populares. Apóstolos, pai-póstolos, gurus gospel tem surgido por aí trazendo um "outro evangelho". A palavra de Deus em sua essência é trocada por modismos, por hierarquias eclesiásticas, por dinheiro e por interesses particulares destes "super crentes". São tantos "chofás proféticos" que não aguento mais tanta barulheira. É tanto "mantra gospel" que meus ouvidos já estão estourando, é tanto ré-plé-plé que meu senso de racionalidade clama por socorro! Quebra de maldições hereditárias onde o crente nunca se converte de verdade, seções de descarrego, sabonetes de arruda, rosa ungida, sal grosso... é tanto "copo d'agua consagrado" que dá até vontade de ir ao banheiro. Unções especiais, urros, gritos, histerias, regressões, encontros tremendos, pastores poderosos, super apóstolos.
Diante de tudo isso, muitos Cristãos infelizmente tem se calado para tanta heresia, pois existe um conceito errado de que não devemos julgar nada, que não é o nosso papel estar julgando o que ocorre com estas pessoas, principalmente se vamos falar de algum “líder” que esteja em um comportamento que vai contra as escrituras. Resumindo, querem nos calar mesmo! Já não bastasse a perseguição contra os Cristãos que hoje em dia ocorre em muitos lugares no mundo, inclusive no Brasil, ainda temos que aguentar a distorção bíblica de que jamais deveremos abrir a boca de pastor x, apóstolo y, pois são os "ungidos de Deus". Nestes ninguém fala, até Davi foi repreendido pelo profeta Natan, mas estes líderes contemporâneos não podem ser repreendidos por algum erro ou heresia. É proibido pensar, é proibido julgar! Muitas mentes estão sendo cauterizadas por esta "nova doutrina".
Existem algumas passagens Bíblicas que muitos Cristãos têm interpretado erroneamente a respeito de julgamento. Meu compromisso nesta postagem é desmistificar e esclarecer ao Povo de Deus de que não devemos nos calar jamais, pelo contrário, devemos por obrigação exortar e lutar pelo Evangelho genuíno de Cristo, afinal, quem ama luta pela verdade, pois "O amor não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade". (1 Co 13:6).
A primeira passagem Biblica a ser analisada é talvez a mais usada para afirmar que nunca devemos julgar ninguém que esteja praticando e difundindo um erro ou algo que vai contra as Escrituras. Esta passagem é Mateus 7:1
“Não julgueis, para que não sejais julgados.”
Em primeiro lugar deixo claro que aqui JESUS claramente proíbe o julgamento. Mas a grande questão é se JESUS proíbe qualquer julgamento ou somente certo tipo de julgamento. O versículo 1 por si mesmo não nos dá uma resposta para esta pergunta. Por isso temos que aplicar uma regra fundamental para poder interpretar a Biblia. Analisar sempre o contexto da passagem citada para poder saber de que se trata a mesma, pois sabemos que texto fora de contexto é um pré-texto para formar até mesmo uma heresia.
Aqueles que citam esta passagem isoladamente para dizer que não devemos julgar ninguém e ser tolerante estão gravemente equivocados.
Para sabermos de que tipo de Julgamento JESUS proibiu nesta passagem vamos analisar o contexto:
“Pois, com o critério com que julgardes, sereis julgados; e, com a medida com que tiverdes medido, vos medirão também. Por que vês tu o argueiro no olho de teu irmão, porém não reparas na trave que está no teu próprio? Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, quando tens a trave no teu? Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho e, então, verás claramente para tirar o argueiro do olho de teu irmão” Mt 7:2-5
Analisando o contexto podemos ver claramente que JESUS proíbe especificamente o “julgamento hipócrita”. Jesus diz aos judeus no versículo 1 que eles não devem julgar. No versículo 2, ele dá a razão pela qual eles não devem julgar: o padrão que eles usam para julgar os outros será o mesmo padrão que os outros usarão para julgá-los. Eles não devem ignorar seus próprios pecados, enquanto condenando os mesmos pecados nos outros. Fazer isto é julgar com um “padrão Duplo”, ou seja, julgar hipocritamente.
Não é hipócrita condenar o irmão por uma pequena falta, ou mesmo tentar ajudá-lo a sobrepujá-la, quando você mesmo é culpado de uma falta maior? Esta é a grande questão que JESUS estava colocando diante do povo nesta passagem.
Note que o pecado dos dois pecadores (a pessoa e seu irmão) é o mesmo em dois respeitos. Primeiro, é o mesmo em natureza: em ambos os casos um pedaço de madeira estava no olho da pessoa. Segundo, ambos estão atualmente pecando: o pedaço de madeira estava no olho deles naquele momento. A diferença entre as suas faltas é somente uma de tamanho: um pedaço é pequeno, e o outro é grande. É hipocrisia alguém cujo pecado é maior condenar alguém cujo pecado é menor, sendo em ambos os casos o mesmo tipo de pecado (vs 5). Em outras palavras, uma mulher que está abortando um feto de oito meses não está na posição de repreender um homem que mata um caixa de banco, e o homossexual não está na posição de criticar infidelidades num casamento homossexual!
Mateus 7:1, de acordo com o seu contexto, não proíbe todo julgamento e intolerância, mas somente o julgamento e intolerância hipócrita. De fato, ele requer de nós que, após nos arrependermos dos nossos próprios pecados, condenemos o pecado do irmão como pecado, e ajudemo-lo a se voltar dele.
“tira primeiro a trave do teu olho” , diz Jesus, “e então, verás claramente para tirar o argueiro do olho de teu irmão”. Mt 7:5
Jesus ordena uma intolerância genuína, e não hipócrita, do pecado que o irmão comete.
Outra passagem bastante utilizada é João 8:7-11. O contexto é a história da mulher que foi pega no próprio ato de adultério e trazida a Jesus pelos escribas e fariseus. No versículo 7, Jesus diz aos escribas e fariseus: “Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra”. No versículo 11 ele fala para a mulher: “Nem eu tampouco te condeno; vai e não peques mais”. Os defensores da tolerância usam estas palavras para argumentar que ninguém deveria condenar outras pessoas, pois não é melhor que elas.
Embora explicaremos o que significa julgar em maior detalhe mais tarde, estendamos por ora que, quando alguém julga, ela dá um veredicto: Culpado ou inocente. Após ser julgada, a pessoa é sentenciada: A pessoa culpada é condenada (sentenciada ao castigo) e a inocente é liberta. O ponto é que julgar e condenar são duas coisas distintas, relacionadas, mas não idênticas.
Tendo isso em mente, note que Jesus de fato julga esta mulher, mas não a condena. Ao dizer-lhe “vai e não peques mais”, Jesus indica que ela tinha pecado. Em si mesma, a acusação dos fariseus estava correta, e Jesus julgou o pecado como sendo pecado. Isto mostra intolerância pela ação pecaminosa! Seguindo o exemplo de Jesus, devemos dizer aos pecadores que mostrem arrependimento genuíno não mais cometendo pecado.
Embora Jesus tenha julgado a mulher, ele não a condenou. Ela pode ir embora: ela não foi executada. O evangelho para o pecador penitente é:
Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus.”­ ­Rm 8:1
Esta é a mensagem que Jesus dá à mulher; o próprio Jesus foi condenado por ela! Ele suportou o castigo que lhe era devido, para que ela pudesse ser livre!
A resposta de Jesus aos fariseus expõe o julgamento hipócrita deles no assunto (o propósito primário deles, certamente, não tinha nada a ver com a mulher; era pegar Jesus em suas próprias palavras. Todavia, Jesus sabia que os fariseus se orgulhavam da justiça própria deles, e respondeu à luz deste fato).
Os fariseus, Jesus Recorda-os, também eram culpados de pecado, e especificamente de adultério, quer físico ou no coração. Porque também não eram livres de pecado, também eram dignos de morte como ela. Assim, ao desejar saber que julgamento ela deveria ter recebido, eles revelaram sua própria hipocrisia e motivação errônea.
João 8:7 e 11 nos ensinam como tratar com outros que pecam. O versículo 11 nos ensina que devemos desejar o arrependimento do pecador; o versículo 7 nos ensina que não devemos fazer isso hipocritamente, nem com motivos errôneos ou de uma maneira imprópria. Contudo, a passagem não quer dizer que nunca devemos considerar as pessoas responsáveis por seus pecados ( isto é, julgar o pecado como sendo pecado).
Agora gostaria de colocar as passagens Bíblicas que nos ordenam julgar.
João 7:24
Não julgueis segundo a aparência, e sim pela reta justiça”.
Outras passagens na Escritura nos ordenam positivamente a julgar. Uma passagem que nos diz isso claramente é esta citada acima. Ela se encontra no contexto da discussão de Jesus com os judeus que questionaram sua doutrina, e tinham-no acusado de ter um diabo (Jo 7:20) e de quebrar o dia do Sábado curando um homem (Jo 5:1-16). A eles Jesus diz: “Não julgueis segundo a aparência, e sim pela reta justiça”. Ao dizer “não julgueis”, Jesus não pretende proibir o julgamento como tal, mas proibir certo tipo de julgamento, como a parte positiva deste versículo deixa claro. Podemos julgar, mas quando o fizermos, devemos julgar justamente.
O julgamento exterior e superficial – isto é, julgar simplesmente sobre base do que parece ser o caso, sem conhecer todos os fatos – é um julgamento imprudente, injusto e sem discernimento, que é contrário ao nono mandamento da lei de Deus. Deus odeia tal julgamento. O Julgamento justo é feito usando a lei de Deus como o padrão pelo qual discernimos se o que parece ser é o caso é realmente o caso.
1 Co 5
1 Coríntios 5 é um capítulo importante com respeito ao dever positivo de julgar. Primeiro, no versículo 3 Paulo declara, sob a inspiração do Espírito, que ele tinha julgado um membro da igreja em Corinto que estava vivendo no pecado da fornicação. Seu julgamento foi “seja entregue [tal pessoa] a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no Dia do Senhor Jesus”. Este é um julgamento ousado da sua parte.
Segundo, nos versículos 9-13, Paulo lembra aos santos do seu dever de julgar as pessoas que estão dentro da igreja, quanto a se eles estão obedecendo ou não a lei de Deus. Aqueles que alegam ser cristãos e são membros da igreja, mas que são julgados como sendo impenitentemente desobedientes a qualquer mandamento da lei de Deus (vs 9-10), devem ser excluídos da comunhão da Igreja. Paulo, sob a inspiração do Espírito, diz para a igreja não tolerar pecadores impetinentes.
Outras passagens:
Outras passagens também indicam que é nossa responsabilidade julgar. Jesus pergunta às pessoas em Lucas 12:57: “E por que não julgais também por vós mesmos o que é justo?”. Jesus repreende os escribas e fariseus em Mateus 23:23 e Lucas 11:23, dizendo:
 “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém fazer essas coisas e não omitir aquelas”. Era o dever deles, de acordo com a lei, julgar – mas eles tinham falhado neste dever. Paulo orou para que o amor do filipenses “aumentasse mais e mais em pleno conhecimento e toda a percepção”. (Fl 1:9). Ele diz aos Corintos: “Falo como a criteriosos; julgai vós mesmos o que digo”. (1 Co 1:15)
Os cristãos são solicitados a examinar tudo e reter o bem (1 Ts 5:21). Eles também são obrigados a provar se os espíritos são de Deus: "Irmãos, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas tem saído pelo mundo afora." (1 Jo 4:1)
Mesmo nas reuniões cristãs eles devem "julgar" o que ouvem: "Tratando-se de profetas, falem apenas dois ou três, e os outros julguem." (1 Co 14:29).
Os Crentes de Corinto receberam ordens para julgar imediatamente a imoralidade existente entre os seus membros (1 Co 5:1-8). Mesmo o estrangeiro de passagem não deve ser hospedado se for verificado que não se trata de uma pessoa alicerçada na verdadeira fé ( 2 Jo 10,11). E um anátema (maldição) deve ser proferido contra aqueles que apresentarem um tipo diferente de evangelho (Gl 1:9).


Conclusão:
Algumas passagens da Escritura parecem proibir o julgamento, enquanto outras claramente exigem isso. Estudando os contextos daquelas que parecem proibir o julgamento, descobrimos que o que é proibido não é realmente o julgamento em si, mas sim um tipo errôneo de julgamento. Deus odeia o julgamento hipócrita! Mas Deus ama o julgamento justo da parte dos seus filhos. Que ele ama isso é claro a partir do fato de ordenar que o pratiquemos, e de ter dado sua lei como um padrão pelo qual podemos cumprir tal mandamento.
Portanto, é dever de todo Cristão Julgar! Mas este "julgar" não significa fazer injúrias, calúnias ou fofocas sobre a pessoa que está no erro. Se vemos que alguém está se desviando do Evangelho ou pregando heresias, o nosso objetivo principal deve ser alertar, repreender, exortar e conduzir o pecador ao arrependimento e a restauração. Caso a disciplina seja indispensável, ela deve ser feita com seriedade, amor e tristeza, sempre objetivando o arrependimento, e não a condenação eterna do pecador. E com muito temor também, afinal, não somos pessoas perfeitas e ninguém deve ser julgado ou condenado injustamente. E também é nosso dever estar alertando ao Corpo de Cristo sobre determinadas heresias que porventura continuam a ser pregadas e os autores da mesma não querem dar ouvidos.
“Irmãos, se alguém for surpreendido nalguma falta, vós, que sois espirituais, corrigi-o com espírito de brandura; e guarda-te para que não sejas também tentado.” Gl 6:1
“Prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda longanimidade e doutrina. Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina, pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se a fábulas.” 2 Tm 4:2-3
"Aventura-se algum de vós, tendo questão contra outro, a submetê-lo a juízo perante os injustos e não perante santos? Ou não sabeis que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deverá ser julgado por vós, soi, acaso, indignos de julgar as coisas mínimas? Não sabeis que havemos de julgar os próprios anjos? Quanto mais as coisas desta vida!. Entretanto, vós, quanto tendes a julgar negócios terrenos, constituís um tribunal daqueles que não têm nenhuma aceitação na igreja. Para vergonha vo-lo digo. Não há, porventura, nem ao menos um sábio entre vós, que possa julgar no meio da irmandade?" Co 6:1-5
Créditos: alguns textos retirados do livro:
"Julgar, o dever do Cristão" – Rev. Doug Kuip
er

27 de abril de 2011

Repense & Reflita

Desabafo'

Por Felipe Henrique 


É quando tudo se afasta e o chão parece tremer, eu começo a orar pra em ti me perder, os meus olhos cansados insistem em chorar, Senhor me conforta eu preciso de você !!

Não deixei uma trilha de pão no caminho, escondi o meu mapa que tava confundindo, me entreguei de verdade me lancei em seus braços, larguei tudo pra trás pra seguir os teus passos

O Coração me enganou e os homens tambem, começaram a vender salvação pra alguem, nessa hora então fico indignado, eu não tenho dinheiro não posso ser salvo!

O que era pra ser um momento de adoração, se tornou uma feira ou um mercadão, acho que essa linguagem é UNIVERSAL, o modelo errado que me fez passar mal
Que tal honrar o nome de Jesus na parede e parar de pescar peixe (dinheiro) com essa rede, lançando o pão na agua com essa má intenção, depois vários dias o achará mas estará em outras mãos (das deles)

O que faço com você igreja, se não quer mais me ouvir? o que tem na cabeça igreja, por que tanto orgulho assim? voltemos ao primeiro amor e deixemos de avareza, Se achegue a Jesus e jamais dele se esqueça!

Onde está teu coração criança? por que tu não queres crescer? que alimento é esse que comes igreja? Essa papa ainda é pra você?



Felipe Henrique 

26 de abril de 2011

Nova colunista



A paz!
Meu nome é Arlene Assis e eu sou a nova colunista do blog Leleke Visita. Fui chamada pelo Felipe na semana passada para participar do blog e estou muito feliz por isso. Primeiro, porque Deus tem respondido as minhas orações e me dado oportunidades de falar de Seu nome, e segundo, porque poder louvar o nome Dele com vocês, me faz crescer ainda mais.
Tenho um blog, o Quebrando Barreiras, e sou colaboradora no blog Geração Impacto (se quiserem fazer uma visita, fiquem a vontade hehe). Tenho aprendido e amadurecido muito nesses meses de blogs, e a minha oração é que eu possa ser instrumento do Pai em suas vidas, para que tudo que Ele queira falar a vocês, seja transmitido através de mim. Minha vida hoje se resume em agradecer a Deus e só pedir o maior crescimento espiritual, sempre baseado na Palavra, porque quero ser cada dia mais uma filha que agrade aos olhos do Pai.

Tenho 16 anos e há alguns meses reconheci verdadeiramente o que é ser cristão, e decidi que queria me entregar a isso. E dia após dia Deus tem me moldado, me transformado, me feito ver as coisas de uma outra forma. E espero que pelo menos um pouco do que Ele tem me falado, me mostrado e as experiências que eu tenho tido, possa chegar ao coração de vocês, porque esse é o meu maior objetivo, depois de O glorificar, é claro.

E além de escrever nesses blogs, também sou atriz (faço trabalho social através do teatro e também evangelístico), e sou presidente da União de adolescentes de minha igreja. Moro em Angra dos Reis – Rio de Janeiro, e pretendo fazer faculdade de Comunicação Social com hab. em jornalismo, assim que terminar o Ensino Médio.

No mais.. sou uma pessoa que está procurando cada dia mais ser melhor e progredir, com base na Palavra e no amor de Deus, que é tudo que nós precisamos na vida. Erro muito e estou longe de ser a ''cristã ideal'' mas procuro tender a cada dia mais para esse lado, para que eu possa viver uma vida que agrade ao Senhor e O glorifique. 

E pra finalizar minha breve apresentação quero deixar um conselho: Nunca desista de seguir a Cristo e fazer a Sua vontade... 

"Qual a prova maior que a cruz? Me entreguei por ti, essa é aprova maior de amor"
Incondicional - Oficina G3 

''Ele mesmo levou em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, a fim de que morrêssemos para os pecados e vivêssemos para a justiça; por suas feridas vocês foram curados.'' 
1 Pedro 2: 24 


Beijos e desde já obrigada por lerem! 
Que Deus os abençoe!

Twitter: @ArleneKanaki

Humor Cristão

Ta olha só o que eu encontrei vagando pela net...

O diabo é maconheiro
Musica muito brisante


Pessoas me condenando ao inferno em  3 2 1 

Repense & Reflita

O Medidor de bondade
'Video muito bom'

25 de abril de 2011

Eu Gosti

Malhação Gospel




Edu (Willian Araújo) é um adolescente como qualquer outro, acostumado a andar de skate com seu amigo excêntrico, Cabeção (Samuel Melchioretto), ele esconde seus problemas e o vazio que sente por trás da vida extrema que curte levar. Mas tudo está prestes a mudar quando ele conhece a nova garota da escola, Camila (Daniela Farias)

1ª Temporada 










24 de abril de 2011

Humor Cristão


Leia o que representa A PASCOA

Repense & Reflita







Como tentar os homens - Ilustração

diretamente do  Hermeneutica

Há uma fábula que fala sobre três demônios aprendizes vindo à terra para terminar sua aprendizagem. Eles falavam com Satanás, maioral dos demônios, sobre seus planos para tentar e arruinar os homens. O primeiro falou, “Eu lhes direi que não há um Deus”. Satanás disse, “Isso não vai enganar muitos, pois eles sabem que há um Deus”. O segundo disse, “Eu lhes direi que não há um inferno”. Satanás respondeu, “Você não enganará ninguém dessa forma; homens já sabem que há um inferno para pecado”. O terceiro disse, “Eu direi aos homens que não tem pressa”. “Vá”, disse Satanás, “e você os arruinará pelos milhares”. A mais perigosa de todas as ilusões é a de que há tempo de sobra. O dia mais perigoso na vida de um homem é quando ele aprende a palavra ‘amanhã’. Há coisas que não podemos adiar, pois nenhum homem sabe se, para ele, o amanhã virá.