Páginas

29 de novembro de 2011

Semelhante a Cristo




Eu acredito que o chamado para todo cristão é ser parecido com Cristo. Isso é bíblico. E sei que pra ser semelhante a Ele, muitas coisas devem acontecer, e a grande maioria delas, são coisas que vão nos custar bastante. Pra alguns menos, pra outros mais, depende da carga que você tem de vida, de como vc é, de como sua vida é, do que vc vem carregando em todos esses anos. Mas uma coisa é certa: você terá de deixar algo. Você terá de aprimorar coisas. Você terá que ser moldado. E ser moldado causa dor. Tirar as imperfeições pra fazer um objeto ficar liso, limpo, perfeito, sem ruga, sem marcas, é muito difícil. E um artesão que o diga! E Deus que o diga! Porque Ele é que é o artesão de nossas almas. Ele é que nos ajuda a nos transformarmos em pessoas parecidas com Cristo, pelo Espírito Santo. Ele se preocupou tanto em nos fazer parecidos com Cristo, que resolveu mandar Seu Espírito habitar em nós. E onde o Espírito habita, o lugar é só dEle, não dá pra dividir. Ou vc topa viver como Cristo e enfrentar o que tiver de enfrentar pra isso se tornar realidade em vc, ou vai embora. Não dá pra viver uma vida medíocre, de meio. “Mas eu erro demais!” Bem vindo ao clube! Todos nós erramos muito, mas existe algo que nos purifica desses erros e nos faz em pessoas melhores: O sangue de Jesus.


Pra ser parecido com Ele, tem que se transformar. Tem que topar viver de um jeito que vc nunca viveu antes, tem que ir de encontro a tudo que antes era “normal” pra vc, mas que sabe que não pode ser dessa maneira. Perseguir ser parecido com Cristo de todo jeito, buscar passar Ele pras pessoas em vc todos os dias, desde que levanta da cama até a hora que vai dormir. É difícil, mas é possível. É necessário deixar velhos hábitos, e às vezes hábitos de seus irmãos na fé, que vc insiste em querer ir na onda. Enquanto todos os crentes estão olhando pra aquele que fala uma besteira, que comete algum erro (e que não conhece a Cristo), e dando um olhar de reprovação, como quem diz “que absurdo! Ó!” ou “nossa, que coisa horrorosa”, faça o contrário. Olhe com amor. Não critique. Não julgue. Se for preciso ( e na maioria das vezes é) cale a boca perante o fato e só a abra quando estiver sozinho com Deus em seu quarto. Eu fico embasbacada só com a possibilidade de alguém poder falar “eu conheci o Cristo verdadeiro da vida da Arlene só pelas atitudes sem palavras que ela teve. Só pelo olhar. Só pela reação dela. Ela não me julgou e me mostrou com isso que existe um Deus que também não me julga. Só me ama.”. É, isso pode estar muito distante de acontecer, ou talvez não, só Deus sabe, mas que eu tenho um enorme anseio de que isso aconteça..ah eu tenho.


O viver Cristo tem que tomar forma em nossos dias, o Jesus da bíblia tem que ser o Jesus que eu consulto todas as vezes antes de tomar uma decisão. O Jesus das páginas do Livro Sagrado tem que ser o Jesus que pula a minha frente por aquelas letras e vai direto para o coração, para fazer morada e mudar minha forma de agir.


Nós temos que andar na rua como quem está carregando muito mais do que o próprio corpo. E é isso que é a verdade mais absoluta dos servos de Deus. Nós temos que andar nos certificando de que a face de Cristo brilha na nossa, de que em cada gesto, Ele está se revelando. É egoísta, principalmente quando vc é adolescente e quer se achar bonita na frente de um garoto e se veste da melhor forma e pensa se ele te viu. Não! Nós temos que nos vestir pro Senhor, nos certificando de que nossas roupas não defraudam garotos e homens. Enquanto passar perto de um menino (ou menina, para os garotos), não pense em como ele(a) te viu, se o seu cabelo estava arrumado ou coisa parecida, certifique-se de que ao passar por ele(a), vc mostrou um Cristo vivo que vive em vc. Pq nós não somos nada mais de isso: portadores da boa nova da salvação, a qual já está dentro de nós e que é nossa responsabilidade passar a outros. Nós temos que a cada palavra, cada gesto, estar ministrando às pessoas, estar passando menos de nós e mais de Cristo.

            É difícil. É muita luta. Estou longe de ser o ideal de semelhança com Cristo. Mas tudo na vida se começa do pouco, né?

“E o lavrador que trabalha no pesado deve ser o primeiro a receber a sua parte na colheita” 2Tm 2:6

Tome posse dessa promessa e pegue o seu pouquinho, que eu também vou pegar o meu, coloque diante do Senhor e o faça multiplicar, para glória de Deus.

“Se vocês, cristãos, vivessem como Jesus Cristo, a Índia estaria aos seus pés amanhã.”

Professor hindu

Blog: Quebrando Barreiras
Twitter: @arlenekanaki

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem!
Comentem!