Páginas

11 de outubro de 2011







Eu sei, a culpa às vezes nos pega de uma forma arrebatadora. E ela atrapalha muito a nossa vida e em certos momentos acaba por nos fazer cair no mesmo erro do qual estamos nos sentindo culpados. Mas algo me conforta: se a Palavra me diz e eu sei que o amor de Deus é tão forte que me perdoa de qualquer pecado, não importando qual seja ele, só bastando que eu tenha verdadeiro arrependimento, e ainda diz que “O que vemos hoje é como uma imagem imperfeita num espelho embaçado,mas depois veremos face a face” (1co 13:12) e ainda mais “para que assim, junto com todo o povo de Deus, vocês possam compreender o amor de Cristo em toda a sua largura, comprimento, altura e profundidade. 

Sim, embora seja impossível conhecê-lo perfeitamente, peço que vocês venham a conhecê-lo, para que assim Deus encha completamente o ser de vocês com a sua natureza” (Ef 3:18-19). 

Se o amor de Deus que eu conheço e é tão grande já me constrange, por saber que eu sou uma pecadora tão inútil e ainda sim sei que Ele me perdoa e me usa pra obra dEle, e isso tudo sem conhecer perfeitamente Seu amor, então, imagina o quanto o amor de Deus é perfeito e maior do que nosso próprio entendimento! Ele é muito misericordioso, é incrível perceber isso! Nós, meros mortais pecadores, se compreendermos o amor de Cristo em toda a sua largura, comprimento, altura e profundidade, ainda assim a gente não vai conhecê-lo perfeitamente, e isso me traz um consolo enorme porque o meu Deus é grande! Não há culpa ou pecado que supere esse amor. 

Como já dizia num texto que eu li certa vez: “Existe mais graça do no coração de Deus do que pecado no coração do homem”. Se o amor que eu sei que Ele tem já é grande demais pro meu entendimento, imagina saber que esse amor é ainda muito e muito maior do que eu possa imaginar! E bonito é ver que mesmo não conseguindo conhecer o amor de Deus em toda a sua essência, só de conhecê-lo, como meros humanos, isso já nos torna completamente cheios da natureza dEle. 

E esse conhecer não é só de ouvir falar, é de viver! E por mais que seja difícil, vamos tentar viver esse amor como Paulo fala, porque sabemos que a vida direcionada pelo amor de Deus já é incrível, e o que vemos ainda é só um espelho embaçado! E o que nos motiva é saber que mesmo sendo só como um reflexo de um espelho embaçado, esse amor reconhecido em nossas vidas já é capaz de causar o maior impacto e nos fazer pessoas intensamente felizes, imagina então quando estivermos face a face? 

Quando chegar o dia de O conhecermos de fato, como Ele é? Ah.. aí sim, nós vamos poder ver que tudo valeu muito a pena e que nada pode se comparar e nem nos afastar do amor de Deus.


twitter: @arlenekanaki

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem!
Comentem!